Fala-me de música

Guitarra Clássica

A escala da guitarra

Introdução

A guitarra tem uma escala musical, tal como um piano ou uma flauta.
É assim possível fazer uma correspondência entre as notas duma guitarra e as notas de um piano.
Num piano, cada tecla corresponde a uma certa nota. Numa guitarra, cada espaço de cada corda corresponde a uma certa nota.
Deste modo, quando queremos tocar uma dada nota numa guitarra, temos de saber onde encontrar essa nota no braço da guitarra. Temos de saber qual o espaço a premir e que corda tocar.

Uma vez que a diferença entre duas cordas adjacentes é inferior a uma oitava, uma mesma nota pode ser encontrada em mais do que um lugar no braço da guitarra.
Por exemplo, o mesmo Mi pode ser tocado na corda 1 solta, no quinto espaço da corda 2, no nono espaço da corda 3, e assim por diante...

Ao tentar encontrar uma dada nota no braço duma guitarra, temos de prestar especial atenção ao facto de que a diferença entre dois espaços adjacentes é de meio tom.
Por exemplo, se um dado espaço numa dada corda dá um Dó, então o espaço seguinte para a direita dá meio tom acima, chamado Dó sustenido ou Ré bemol. Da mesma forma, o espaço anterior para a esquerda dá um Si, uma vez que Dó bemol é o mesmo que Si.

Começando no Dó e saltando sucessivamente meio tom para cima, obtemos o conjunto completo de 12 meios tons:

Dó sustenido ou Ré bemol

Ré sustenido ou Mi bemol
Mi

Fá sustenido ou Sol bemol
Sol
Sol sustenido ou Lá bemol

Lá sustenido ou Si bemol
Si
e de novo Dó, mas uma oitava acima do Dó inicial.

A escala de cada corda

Corda 1
Corda 2
Corda 3
Corda 4
Corda 5
Corda 6

Capa | Conteúdos | Guitarra Clássica

Agora no Fala-me de música podes ter aulas de guitarra, presencialmente ou pela Internet.
Contacta-nos para saberes como.

Luís Oliveira
Telefone: 912938436 ou 966544836
Skype: lrouxinol