Fala-me de música

Músicos célebres

Johann Sebastian Bach

Johann Sebastian Bach nasceu em Eisenach, Turíngia, Alemanha, no dia 21 de Março de 1685, no seio de uma família de músicos, que se estendeu por seis gerações. Um dos maiores criadores de sempre, escreveu com igual qualidade e perfeição nos géneros contrapontal e harmónico. Fruto de dois casamentos, o primeiro com sua prima Maria Bárbara e o segundo com Anna Magdalena, trouxe ao mundo 20 filhos.
O pai era músico da cidade de Eisenach e ministrou-lhe os primeiros ensinamentos musicais. Fica órfão aos dez anos, passando a receber a educação de seu tio Johann Christoph, organista e discípulo de Pachelbel.
Em 1700 empregou-se como músico da igreja de S. Miguel em Lünburg. Depois foi organista em Arnstadt (1703-7) e Mühlhausen (1707-8), aos quais se seguiram os de organista e mestre de capela do Duque de Weimar (1708-17) e director musical da corte de Kothen (1717-23). Finalmente, desde 1723 a 1750, foi Kantor da escola de S. Tomás de Leipzig e director musical da cidade. Das funções que desempenhou resultaram cinco períodos criativos bem definidos, fruto das suas obrigações profissionais.
A obra de Bach é muito numerosa e são abordados todos os géneros, excepto a ópera. Em música religiosa protestante escreveu cinco anos completos de cantatas para os domingos e dias santos, de que restam mais de duzentas. Das cinco paixões que escreveu apenas há duas verdadeiramente autenticadas: a "Paixão segundo S. Mateus" e a "Paixão segundo S. João". Em música católica: "Missa em si menor" e "Magnificat" a cinco vozes. Em obras instrumentais escreveu para todos os géneros da época: prelúdios e fugas, fantasias, sonatas, tocatas, partitas, suítes, variações, concertos, corais, etc.
Os títulos mais nomeados, entre muitos, são: as duas paixões, as Suítes francesas e inglesas, O Cravo bem temperado (dois volumes), os Concertos Grandeburgueses, as Suítes para violoncelo, as Sonatas e Partitas para violino solo, as Variações Goldberg, a Oferenda Musical e A Arte da Fuga.
No fim da vida vivia um período de grande debilidade física. Estava quase cego, devido às cataratas, sendo objecto de uma mal sucedida operação cirúrgica aos olhos. Vítima de uma apoplexia faleceu em Leipzig a 28 de Julho de 1750.

José Fernandes da Silva

Capa | Conteúdos | Músicos célebres

Agora no Fala-me de música podes ter aulas de guitarra, presencialmente ou pela Internet.
Contacta-nos para saberes como.

Luís Oliveira
Telefone: 912938436 ou 966544836
Skype: lrouxinol